Coleções e HQs fecharam 2016 com aumento de receita nos pontos de venda

Os brasileiros estão consumindo mais histórias em quadrinhos (HQ) e títulos colecionáveis. É o que revela o balanço de 2016 da Total Publicações, empresa do Grupo Abril especializada na distribuição de impressos e responsável por lançar diariamente mais de 100 títulos no mercado nacional.

Os HQs ou comics registraram crescimento de 5,6% no faturamento por ponto de venda em comparação a 2015. O relançamento de quadrinhos clássicos da Disney, pela Editora Abril, foi um dos principais destaques do setor no ano passado. “A expectativa é que os números continuem evoluindo bastante nos próximos anos. Esse tipo de publicação tem aficionados de todas as faixas etárias e o fato de serem lançados em formato de coleção fideliza leitores e garante a compra continua dos produtos”, destaca Osmar Lara, diretor comercial da Total Publicações. Atualmente, a empresa trabalha com aproximadamente 700 títulos neste segmento, de 9 editoras.

Mais um grande sucesso de vendas, que tem levado milhares de leitores às bancas de revistas todo mês, são os chamados colecionáveis, títulos que acompanham miniaturas, bonecos toy art ou peças independentes para montar uma estrutura maior. No Brasil, esse tipo de população agradou o leitor e chamou a atenção, inclusive, de editores internacionais, como a espanhola Planeta De Agostini, dona de coleções épicas como Carros Inesquecíveis do Brasil e Veículos de Serviços do Brasil.

Osmar Lara comenta que o segmento de publicações tem uma área de atuação muito ampla e abrange perfis de consumidores muito distintos e, com isso, é possível inovar e apostar em novos segmentos sempre. “Ainda existe um interesse muito grande da população brasileira pelas revistas e temos direcionado nossos esforços para entender as mudanças do mercado e oferecer aos leitores novidades que não podem ser encontradas em nenhum outro canal de informação”, destaca Osmar.

Comentários

Comentários

Next ArticleDe olhos grudados na telinha